Aquecimento solar e reaproveitamento da água: soluções do futuro estão nos projetos da AGL

07/02/2022
Aquecimento solar e reaproveitamento da água: soluções do futuro estão nos projetos da AGL | AGL Incorporadora
O uso inteligente dos recursos naturais deve estar em todos os projetos da construção civil do futuro. Mas, com apoio de consultores especialistas em sustentabilidade, as soluções que são consideradas tendência no mercado já estão em empreendimentos da AGL Incorporadora. Um exemplo é o sistema de aquecimento compartilhado, em funcionamento no mais novo condomínio entregue pela empresa: o New Town, localizado no Novo Mundo.   Com painéis de tubo solar a vácuo instalados no topo do edifício, os moradores têm água quente nos banheiros, cozinha, sacada e churrasqueira, sem gastos com energia elétrica ou gás. "A AGL projetou o New Town para que esse empreendimento tivesse a melhor relação entre sustentabilidade e economia. O sistema de aquecimento do prédio tem placas solares que usam a incidência de radiação solar na circulação de água de boilers, abastecendo todas as unidades com todo o conforto", explica o engenheiro e sócio da AGL, Giancarlo Antoniutti.   O sistema é econômico e não sofre o impacto, por exemplo, de períodos prolongados de clima desfavorável para a captação da energia solar ou de picos de consumo. "Existe um sistema de backup com aquecedores a gás, que abastecem todas as unidades a partir da central. Não há necessidade da instalação de aquecedores de passagem nos apartamentos. O aquecimento é compartilhado.", complementa.   O uso de tecnologia e inteligência na construção civil com o olhar voltado à sustentabilidade também está no projeto do Tokaii Residence, o primeiro empreendimento de alto padrão da AGL, em construção no bairro Água Verde. O projeto foi desenvolvido com a consultoria de Patrícia Peralta, CEO da EcoStudio Soluções Sustentáveis e professora do curso de especialização em Construções Sustentáveis da UTFPR. Segundo a especialista, o modelo adotado pela AGL economiza recursos da natureza e também reduz despesas mensais para os moradores. "O uso de calor gerado passivamente, sem uso de matriz energética, gera benefícios ambientais, porque alivia a demanda do sistema de fornecimento de energia e gera economias substanciais na conta do consumidor. O chuveiro elétrico é responsável em média por 30% da conta de luz das habitações residenciais", argumenta.   Outra solução sustentável adotada no projeto do Tokaii é o sistema de reaproveitamento da água da chuva. Após a captação, as águas pluviais passam por tratamento para uso nas regas de jardim e limpeza das áreas comuns, reduzindo o desperdício. No caso do New Town, o sistema ainda inclui o reaproveitamento da chamada água cinza, que é a água residual gerada de processos domésticos como lavar louça, roupa e tomar banho. "São soluções que se mostraram ainda mais importantes em tempos de pandemia, com a crise financeira e as incertezas sobre a economia nos próximos meses. Além disso, a estiagem prolongada que afeta Curitiba tornou ainda mais importante a preocupação com a questão do uso racional da água. O investimento que fizemos em consultorias especializadas agregou valor aos projetos da AGL e antecipou o que outras incorporadoras vão adotar daqui pra frente", diz o sócio fundador da empresa, Luiz Antoniutti.   Além dos diferentes sistemas de reaproveitamento da água e uso de energia solar, projetos como o do Tokaii incluem soluções sustentáveis e econômicas para o conforto térmico das áreas de uso coletivo e também apartamentos. Com o uso de diferentes tecnologias, as fachadas e estruturas de contato com o ambiente externo, como janelas e portas, foram projetados para conservar a temperatura agradável nos diferentes ambientes, reduzindo gastos de energia com climatizadores, por exemplo.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar este site, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.