Como escolher a melhor posição solar ao comprar um apartamento em Curitiba

07/02/2022
Como escolher a melhor posição solar ao comprar um apartamento em Curitiba | AGL Incorporadora
Antes de comprar um apartamento, é preciso analisar diferentes aspectos do imóvel. E um item, que por vezes passa despercebido, é a posição solar do prédio e das unidades. Na hora da compra, a posição solar pode influenciar o preço e a valorização do imóvel. Para os moradores, faz diferença na questão do conforto térmico e luminosidade natural no novo apartamento.   O sol nasce no Leste e se põe no Oeste. Parece simples escolher a posição do apartamento a partir desse conhecimento básico, certo? Na verdade, não é bem assim. Quando se trata de um empreendimento, a questão da luminosidade é um pouco mais complexa. Mas, então, como saber qual é a melhor opção? A AGL preparou algumas dicas para você avaliar esse item antes de fechar o negócio.  

Face Norte: mais incidência do sol durante todo o dia

No hemisfério sul, a face voltada para o Norte pode significar maior incidência de luz natural pela manhã e também à tarde. É por isso que os corretores de imóveis que atuam em Curitiba costumam enaltecer um edifício face Norte, que tem a fachada do prédio virada para esse lado. Com a fachada voltada ao Norte, o prédio recebe luz solar durante todo o dia e isso garante maior conforto térmico especialmente nos meses mais frios do ano. Essa é uma vantagem para quem vive na capital mais gelada do país. Como, além de fria, Curitiba é uma cidade com clima chuvoso - o que acarreta acúmulo de umidade -, a entrada dos raios solares ajuda a evitar fungos e mofo. E o efeito germicida do sol também elimina a proliferação de bactérias e ácaros.   Apesar da face Norte ser um diferencial interessante para a escolha do apartamento em Curitiba, é importante ter em mente que, além da posição solar do edifício, importam também características como a circulação de ar no apartamento e a escolha dos materiais usados na construção. Além disso, é fundamental observar se, apesar da face Norte, o edifício não tem parte da incidência solar comprometida pelos prédios vizinhos, que colocam sombra onde haveria luz natural.

Face Sul: vantagem em localidades quentes

Como a face oposta à Norte, o lado Sul tem menor incidência de luz natural e calor durante todo o dia. Não é que o edifício com a face Sul não receba iluminação, mas é uma incidência solar indireta, que fica ainda menor no inverno, quando o sol se põe um pouco mais em direção ao Noroeste. Por isso, os edifícios voltados para o Sul são mais valorizados em regiões de calor, como Norte e Nordeste do Brasil, onde as temperaturas são altas o ano inteiro.   Já que a busca é por um imóvel na fria e úmida Curitiba, a face Sul é menos desejada na capital paranaense. Mas isso não significa que o investidor ou futuro morador deva descartar essa opção, que chega a ser 10% mais barata para a compra do imóvel na cidade. O importante é analisar outras características da planta, avaliando a posição solar dos cômodos e a disposição de janelas, sacadas e entrada de luz e ar. Com projetos inteligentes de arquitetura e engenharia, é possível fazer um bom aproveitamento da incidência solar nas unidades, apesar da fachada voltada ao Sul.

Face Leste: mais sol pela manhã

A face Leste é uma boa opção para manter temperaturas agradáveis e receber luz e calor do sol no apartamento. Neste caso, a maior irradiação solar acontece pela manhã e, com itens de conforto térmico, o calor pode ser preservado no restante do dia. Alguns exemplos são as fachadas inteligentes, que incluem elementos que permitem maior inércia térmica. O conforto térmico também está nos sistemas de bloqueio de infiltração de ar nas portas e janelas.

Face Oeste: incidência do sol da tarde

Nos edifícios com face Oeste, é o contrário: a maior incidência de luz é durante a tarde, o que faz a casa permaneça aquecida também durante a noite. Considerando que a parte da tarde tende a ser a mais longa do dia, o apartamento vai receber uma boa quantidade de luz solar.  

Tokaii Residence: face Norte e tecnologia de conforto térmico

Com projeto inteligente, o Tokaii Residence - empreendimento residencial de alto padrão da AGL, em construção no Água Verde -, tem todas as unidades com face Norte e faz uso da tecnologia para garantir o conforto térmico independentemente do clima.   Além da posição solar privilegiada, o projeto de fachada do Tokaii inclui elementos que permitem maior inércia térmica e, por consequência, representam economia para os futuros moradores. Com menor transmissão de calor no verão e perda reduzida de temperatura no inverno, a necessidade de climatização dos apartamentos é diminuída significativamente.   Para o projeto de fachada, foram feitos estudos de irradiação solar em todas as estações do ano. Foram contabilizadas horas de irradiação solar e sombreamento considerando desde o "sol de inverno", mais baixo no horizonte, ao "sol de verão", que incide do alto. A partir dos estudos, foi escolhido um sistema diferenciado para a fachada, o que neutraliza o impacto do calor ou frio excessivos. Entre os itens selecionados para isso estão revestimentos de EIFS (External Insulation Facade System), com adesivos, placas isolantes, telas de reforço e acabamento de argamassa com resina texturizada.  

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar este site, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.